A história fotográfica de Brusque na Internet

Colégio Cônsul Carlos Renaux

  • Colégio Cônsul Carlos Renaux
    Colégio Cônsul nos dias atuais • Foto IECLB

Escola
Numa época onde os colonos contavam com pouca orientação, o Pastor Henrique Sandreczki tomou para si a solução do problema educacional e, no dia 20 de abril de 1872, ministrou as primeiras aulas numa das salas de sua moradia, no alto da colina hoje ocupada pelos diversos edifícios do Colégio Cônsul Carlos Renaux. Em 29 de dezembro de 1886 consolidou-se a fundação da Sociedade Escolar Evangélica que, a partir da iniciativa particular do Pastor Sandreczki, tomou a si o encargo de mantê-la, para assegurar às crianças em idade escolar a indispensável educação, inclusive o ensino religioso; não passou de modesta escola primária até 1926, quando foi assumida pelo professor Heinrich Barkmann, que lhe deu excepcional impulso nos oito anos seguintes. Em 1o de junho de 1938 assumiu a direção o professor Arno Ristow, numa época de rígida nacionalização. Em 13 de novembro de 1944, foi aprovado retroativamente o Curso Complementar criado em 1938. Em 26 de fevereiro de 1947 a Portaria Ministerial 144 concedeu reconhecimento ao Ginásio Cônsul Carlos Renaux, primeiro ginásio de Brusque e único da cidade até 1954. A instalação do Curso Normal de 2o Ciclo foi planejada em 1953 e sua criação efetivada em 23 de fevereiro de 1954 pelo Decreto no 156, do Governo do Estado. Em 1963 o colégio foi aparelhado com moderna oficina de Artes Industriais e, em março do ano seguinte, iniciadas as aulas nas áreas de metal, madeira e cerâmica, transformando-se o curso ginasial gradativamente em Ginásio Orientado para o Trabalho (GOT). O Curso Científico teve as aulas iniciadas em 5 de março de 1964. Com a criação do Curso Colegial Científico, o colégio passou oficialmente a chamar-se Colégio Cônsul Carlos Renaux, enfeixando esta denominação todos os cursos existentes: Primário-infantil (Jardim de Infância), 1º Grau (Básico I, Básico II – primário e ginasial) e 2º Grau Ensino Médio – Normal e Científico), cursos estes frequentados por aproximadamente 1.000 alunos. Atualmente, o Colégio Cônsul Carlos Renaux conta com aproximadamente 1.000 alunos, divididos em Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. Texto adaptado do site http://www.colegioconsul.com.br

Como é esse local hoje?



Patrocinado por:

Compartilhe:






Veja fotos onde esse local aparece:


Diploma de Honra ao Mérito da 5a série do Colégio Cônsul Carlos Renaux, emitido em nome de Nádia Walendowsky, em 1969, pela sua classificação...

Ver detalhes da foto

Construção do Parque do Centenário de Brusque, no início de 1960. Ao fundo, o Colégio Cônsul e a Igreja Luterana.

Ver detalhes da foto

Colégio Cônsul Carlos Renaux em Brusque, nos anos 1980-1990.

Ver detalhes da foto

Colégio Cônsul Carlos Renaux em Brusque, nos anos 1980-1990.

Ver detalhes da foto

Foto panorâmica mostrando todo o Centro de Brusque e bairros próximos, por volta de 1999-2000. Detalhes: - A ponte Irineu ainda está ali (foi...

Ver detalhes da foto

Colégio Cônsul nos anos 1950

Colégio Cônsul Carlos Renaux nos anos 1950. Observa-se o Campo de Folga com seus grandes brinquedos de madeira (inaugurado em 1943), já...

Ver detalhes da foto

Construção do atual Centro Evangélico na Av. Monte Castelo.

Ver detalhes da foto

Subida da Av. Monte Castelo e o Colégio Cônsul Carlos Renaux.

Ver detalhes da foto

Vista do alto da Colina Evangélica, com o Colégio Alberto Torres (Cônsul), à direita. Mais abaixo, a Av. Monte Castelo e Rui...

Ver detalhes da foto

Evento de chegada da imagem de Nossa Senhora de Fátima, de Portugal para Brusque, em 1954. Foi a maior aglomeração de pessoas da história de...

Ver detalhes da foto

Em 1938, diante das novas exigências de nacionalização, Arno Ristow assume a direção da Escola Evangélica Alemã, aos 23 anos. Caso a escola...

Ver detalhes da foto

Boletim de notas da Escola Evangélica Alemã de Brusque que pertenceu a Esther Diegoli, concedido em 1933. As aulas eram em alemão, assim como a...

Ver detalhes da foto

Este era o prédio da Escola Evangélica de Brusque que, em 1938, por ordem da política nacionalista, alterou seu nome para Escola Evangélica...

Ver detalhes da foto

Foto aérea de Brusque anos 1950, possivelmente entre 1953 e 1955, pois observa-se que a Igreja Matriz tinha sido demolida e ainda não havia...

Ver detalhes da foto

Foto aérea de Brusque anos 1950, possivelmente entre 1953 e 1955, pois observa-se que a Igreja Matriz tinha sido demolida e ainda não havia...

Ver detalhes da foto

Tem imagens ou informações que podem enriquecer o acervo do site?